Ceará

Garçom acusado de matar vereador a facadas é denunciado pelo MPCE

garcom-acusado-de-matar-vereador-a-facadas-e-denunciado-pelo-mpce
Garçom acusado de matar vereador a facadas é denunciado pelo MPCE

O garçom acusado de matar o vereador César Veras  e ferir outros dois homens foi denunciado pelo Ministério Público do Ceará (MPCE) , nesta quinta-feira (5). O garçom atingiu a vítima com uma facada no pescoço, e ainda feriu o dono do restaurante e um cliente. O crime aconteceu em Camocim, na região do litoral oeste do Ceará.

>>>Clique aqui para seguir o canal do GCMAIS no WhatsApp<<<

De acordo com a Promotoria de Justiça, o garçom agiu de maneira que impossibilitou totalmente a defesa das vítimas, e afirmou ainda que a motivação do crime foi fútil. Ele foi denunciado por homicídio e tentativa de homicídio.

Garçom acusado de matar vereador a facadas é denunciado pelo MPCE

O vereador havia chegado ao local quando foi atacado nas costas com um golpe no pescoço. Em seguida, o garçom Antônio Charlan Rocha Souza, de 34 anos, atacou o dono do restaurante, Euclides Oliveira Neto, de 56 anos, e outro cliente, Fábio Roberto de Castro, de 55 anos. Após o crime, o homem fugiu do local correndo.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Os socorros foram acionados imediatamente e as vítimas foram levadas às pressas para unidades de saúde próximas. César Veras foi encaminhado para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas não resistiu aos ferimentos. Euclides e Fábio foram socorridos e levados para a Santa Casa de Sobral.

Antônio Charlan Rocha Sousa, garçom suspeito de matar o vereador César Veras em Camocim, afirmou que estava sendo perseguido. “Queria sequestrar minha filha para vender para fora. Tem muita gente no meio envolvidos, é muito forte, é muito grande, é muito grande”, comentou.

Leia também | Garçom que matou vereador dentro de restaurante em Camocim revela motivo do crime; vídeo

 

 

Fonte: gcmais.com.br