Fortaleza

Homem assalta mercadinho, é detido por moradores e escapa de linchamento

homem-assalta-mercadinho,-e-detido-por-moradores-e-escapa-de-linchamento
Homem assalta mercadinho, é detido por moradores e escapa de linchamento

Um homem escapou de linchamento no município de Eusébio, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), após ser flagrado assaltando um mercadinho. Moradores da região detiveram o rapaz e o espancaram, com ele tendo ficado gravemente ferido. O homem foi socorrido por agentes da Guarda Municipal, que o conduziram a uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Os guardas do Grupo Tático Motorizado foram acionados para a ocorrência do assalto. Conforme informado, ele teria entrado no estabelecimento comercial e subtraído uma quantia em dinheiro, tendo depois saído do local a pé. Quando foi encontrado, ele estava ensanguentado, com muitos ferimentos nas costas e sentado, sem conseguir ficar em pé.

Leia mais | Polícia investiga desova de corpo que foi transportado em carrinho de reciclagem

>>>Clique aqui para seguir o canal do GCMAIS no WhatsApp<<<

Conforme um dos agentes, ouvido pela equipe de reportagem da TV Cidade Fortaleza, posteriormente foi feito ainda o procedimento devido na delegacia, para que sejam tomadas as medidas cabíveis em relação aos crimes.

O homem, que tem 19 anos, tem registro de delitos, mas referentes a quando era menor de idade. Conforme informado por pessoas da região, ele é conhecido no local por cometer pequenos furtos e ainda alguns assaltos.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Conforme procedimentos de socorro iniciais, ele teve um braço quebrado, com suspeita de fratura também nas costelas e nas pernas. Após o tratamento, ele será colocado à disposição da Justiça.

Fortaleza

Em uma outra ocorrência, registrada na capital cearense, agentes da Guarda Municipal de Fortaleza (GMF) atuaram para impedir o linchamento de um homem que estava acontecendo na Avenida Doutor Silas Munguba – também conhecida como Avenida Dedé Brasil – entre os bairros Serrinha e Passaré. Em resposta, moradores da região que estavam presentes se revoltaram contra os profissionais da GMF, que tiveram que se resguardar em uma escola.

Fonte: gcmais.com.br