Ceará

Homem atrai namorada para ser morta em local desabitado no Ceará

homem-atrai-namorada-para-ser-morta-em-local-desabitado-no-ceara
Homem atrai namorada para ser morta em local desabitado no Ceará

Um homem de 31 anos foi preso, suspeito de atrair sua própria namorada para ser morta por um integrante de uma facção criminosa do Ceará. O crime foi registrado na localidade de Guajiru, na cidade de Trairi, no último domingo (26).

Segundo a Polícia Militar, a mulher, de 20 anos, foi levada pelo namorado para um local desabitado, onde foi executada a tiros. A jovem possuía antecedentes criminais por porte ilegal de arma de fogo.

Homem atrai namorada para ser morta no Ceará

Conforme as investigações, os agentes descobriram a participação do namorado da vítima no crime. Ele foi capturado momentos após o homicídio. Após a prisão, o homem foi conduzido à Delegacia Metropolitana de Caucaia, onde foi autuado por homicídio doloso.

A Polícia Militar continua as investigações para identificar e prender outros envolvidos no crime, reforçando o compromisso com a segurança e a justiça na região.

>>>Clique aqui para seguir o canal do GCMAIS no WhatsApp<<<

Mês de abril acumula casos de violência contra a mulher no Ceará

O mês de abril tem registrado uma série de ocorrências de violência contra a mulher no Ceará, muitas resultando em morte. Nem todos os casos observados têm características de feminicídio – que é quando a vítima é assassinada especificamente pela condição de ser mulher – mas a frequência dos ataques chama a atenção.

Pelo menos 15 mulheres foram assassinadas em um intervalo de menos de 10 dias em Fortaleza e outras regiões do estado do Ceará, entre 2 e 12 de abril deste ano. Há ainda outros casos que não resultaram em morte, como o do homem que torturou a namorada cortando o pulso dela, que teve que ser socorrida por seguranças que trablahavam nas proximidades.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Leia também | Câmera flagra assalto a posto de combustíveis em Maracanaú, na Grande Fortaleza

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<< 

Fonte: gcmais.com.br