Ceará

Irmão mata irmão durante bebedeira por causa de música na Grande Fortaleza

irmao-mata-irmao-durante-bebedeira-por-causa-de-musica-na-grande-fortaleza
Irmão mata irmão durante bebedeira por causa de música na Grande Fortaleza

Um homem foi preso por matar o próprio irmão no município de Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), durante uma bebedeira – conforme relatado, o desentendimento se deu por causa de uma música.

A vítima, identificada como Adriano Silva, de 31 anos de idade, teve ao menos duas paradas cardíacas e foi levado para o Gonzaguinha do município de Maranguape, tendo ido à sala de reanimação. Ele, no entanto, não resistiu aos ferimentos.

Leia também | Dois homens e um adolescente são capturados em Fortaleza ao transportar 20 kg de cocaína

>>>Clique aqui para seguir o canal do GCMAIS no WhatsApp<<<

Homem mata o próprio irmão por causa de música durante uma bebedeira

O crime aconteceu em uma residência na localidade de Pau Cerrado. A polícia foi acionada após o ocorrido e uma equipe do Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) chegou ao local. Lá, prendeu o homem em flagrante e o encaminhou à Delegacia Metropolitana.

Ouvidos pela equipe de reportagem da TV Cidade Fortaleza, os moradores dizem ter ficado impressionados com a violência do ataque contra Adriano. Comentam que o irmão, acusado de cometer o crime, teria um comportamento “tranquilo” e que jamais imaginariam que ele poderia fazer isso com o próprio irmão. A história, inclusive, contrasta com os relatos mais comuns de assassinatos na região, que via de regra têm relação com execuções ordenadas pelo crime organizado.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Denúncias

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou para o (85) 3101-0181, que é o número de WhatsApp, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia.

Fonte: gcmais.com.br