Fortaleza

Moradores de casas que desabaram em Fortaleza recebem aluguel social e vão para abrigos

moradores-de-casas-que-desabaram-em-fortaleza-recebem-aluguel-social-e-vao-para-abrigos
Moradores de casas que desabaram em Fortaleza recebem aluguel social e vão para abrigos

A Defesa Civil de Fortaleza interditou sete casas na região onde três imóveis desabaram após chuvas na madrugada deste sábado (27) no bairro Conjunto Palmeiras. Famílias de três imóveis que tiveram desabamento total vão receber aluguel social, já moradores de quatro residências que estão com risco de desabamento foram encaminhadas para abrigo solidário, modalidade de abrigamento na casa de parentes ou amigos.

Além disso, todas as famílias afetadas estão recebendo material assistencial, como cestas básicas, mandas, redes e colchonetes.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

A Secretaria Municipal da Infraestrutura (Seinf) também esteve no local e acionou a construtora responsável pela obra que acontece no região para realizar os serviços de terraplanagem e contenção da área, com a fixação de pranchas metálicas no entorno dos imóveis afetados, para dar estabilidade ao solo no trecho afetado pelas chuvas.

Os serviços, que dependem do solo seco para serem finalizados, serão fiscalizados com rigor pelos engenheiros fiscais da Seinf.

>>>Clique aqui para seguir o canal do GCMAIS no WhatsApp<<<

Considerada uma área de risco da cidade, com episódios de alagamentos, o Conjunto Palmeiras 2 recebe obras da Prefeitura de Fortaleza desde 2023, com destaque a um projeto de drenagem e urbanização de 58 vias da região, onde o principal objetivo é a construção de um novo sistema de drenagem para o bairro, que atualmente não consegue atender ao volume de água das chuvas nas vias e canais existentes.

Leia também | Ceará lança editais de apoio a abrigos e protetores animais; veja como vai funcionar

Fonte: gcmais.com.br