Fortaleza

Polícia investiga desova de corpo que foi transportado em carrinho de reciclagem

policia-investiga-desova-de-corpo-que-foi-transportado-em-carrinho-de-reciclagem
Polícia investiga desova de corpo que foi transportado em carrinho de reciclagem

A polícia está investigando a ocorrência de um corpo desovado nesta quinta-feira (9) na Rua Manuel Bernardo, no grande Jangurussu, em Fortaleza – o cadáver, conforme relatado, estava sendo transportado até o local do despejo em um carrinho de reciclagem.

Em contato com a equipe de reportagem da TV Cidade Fortaleza, agentes do 16° Batalhão da Polícia Militar do Ceará (PMCE) informaram que estavam realizando patrulhamento de rotina na região, quando avistaram dois casais caminhando na rua, com um dos homens conduzindo o carrinho. Os policiais fizeram uma abordagem, perguntando de onde vinham e para onde estavam indo, sendo respondidos com “bastante nervosismo”.

Leia mais | Vídeo: policial de folga evita roubo de moto em avenida de Fortaleza

>>>Clique aqui para seguir o canal do GCMAIS no WhatsApp<<<

Em seguida, desconfiados, os agentes decidiram fazer uma varredura nas proximidades. Após algum tempo, encontraram um corpo do sexo masculino. Segundo os policiais, com isso, as mesmas pessoas que haviam sido abordadas anteriormente confirmaram que o corpo estava sendo conduzido naquele mesmo carrinho.

Polícia apura desova de corpo em carrinho de reciclagem

A partir disso, as forças de segurança apuram sobre a morte desse homem, quem o teria executado, como, onde e quando. Informações preliminares apontam que ele tinha ferimentos compatíveis com disparos de arma de fogo, mas isso ainda deve ser analisado pelos profissionais da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce).

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

A suspeita é de que os casais que desovaram o corpo não foram as pessoas que executaram o homem, trabalhando-se com a hipótese de eles terem sido ordenados a realizar a ação em troca de algum pagamento.

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou para o (85) 3101-0181, que é o número de WhatsApp, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia.

Fonte: gcmais.com.br