Ceará

Por medo de sofrer abuso sexual do pai, crianças fogem para matagal e são resgatadas pela PM no Ceará

por-medo-de-sofrer-abuso-sexual-do-pai,-criancas-fogem-para-matagal-e-sao-resgatadas-pela-pm-no-ceara
Por medo de sofrer abuso sexual do pai, crianças fogem para matagal e são resgatadas pela PM no Ceará

Duas crianças de 12 e 6 anos que estavam desaparecidas após fugir de casa por medo do próprio pai, suspeito de abuso sexual, foram resgatadas por policiais militares, nesta segunda-feira (20), em Itapajé, no interior do Ceará. As meninas foram foram encontradas em um matagal do Bairro Ferros.

>>>Clique aqui para seguir o canal do GCMAIS no WhatsApp<<<

Segundo informações recebidas pela Polícia Militar, elas teriam fugido de casa por medo do genitor, contra quem havia uma medida protetiva em relação às crianças. O Conselho Tutelar foi comunicado sobre o fato e as crianças ficaram sob os cuidados da família.

O Conselho Tutelar solicitou de imediato o afastamento do pai da família das vítimas. A Polícia Civil do Ceará (PCCE) investiga o caso.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Crianças que fugiram do pai para matagal estariam sofrendo abuso sexual desde abril

De acordo com o conselheiro tutelar Francisco Teixeira, o Conselho Tutelar já havia recebido uma denúncia dos abusos desde o final de abril, e por isso, uma medida protetiva foi solicitada para que o homem não chegasse perto das vítimas.

“Há rumores de que o acusado possa ter ido até próximo à residência das vítimas e a adolescente ao retornar da escola deve ter visto o pai, que é o agressor, e com isso ela empreendeu fuga para o matagal, mas há rumores também de que uma tia disse para as crianças que o pai estava solto e a menina com isso se desesperou e acabou empreendendo essa fuga para o matagal, levando a sua irmã, acredito que com o intuito de protegê-la, para que o mesmo não viesse a acontecer com ela”, explicou Francisco Maia.

Ainda segundo o conselheiro tutelar, o órgão fez o monitoramento da situação, depois de a polícia ter feito a busca e agora o caso está sendo acompanhado junto dos demais equipamentos que estão fazendo o seu papel, no caso, acompanhando a situação.

Leia também | Bebê nasce no Ceará após gestação de 35 semanas fora do útero da mãe

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Fonte: gcmais.com.br