Fortaleza

Três pessoas são presas após tiroteio que deixou cinco baleados em Fortaleza

tres-pessoas-sao-presas-apos-tiroteio-que-deixou-cinco-baleados-em-fortaleza
Três pessoas são presas após tiroteio que deixou cinco baleados em Fortaleza

Três pessoas foram presas pelas forças de segurança suspeitas de envolvimento no tiroteio registrado em Fortaleza, no bairro Quintino Cunha, que deixou cinco pessoas baleadas, com uma delas tendo morrido em decorrência dos ferimentos. O caso ocorreu na comunidade do Sossego.

Conforme informou a polícia, primeiro foi capturado Claudinei da Silva Souza, de 29 anos de idade, encontrado com um revólver calibre .38 e totalmente municiado. O homem já tinha passagens por homicídio, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e envolvimento em organização criminosa. Ele foi levado para o 10º Distrito Policial (10º DP), onde foi feito o flagrante. Em seguida, com a continuidade das investigações na região, os policiais capturaram um casal horas depois da prisão de Claudinei, encontrando com os dois uma pistola.

O tiroteio em questão aconteceu na Rua Edna Neves, na comunidade do Sossego, no bairro Quintino Cunha. Após os policiais militares chegarem ao local, encontraram várias pessoas em pânico, relatando o ataque. Comunicaram que outras pessoas haviam sido lesionadas e bala e que foram socorridas para o Frotinha do Antônio Bezerra. Foi comunicado ainda que uma delas foi a óbito. Com isso, foi reforçado o policiamento na região, resultando nas capturas recentes.

A polícia segue trabalhando na região, de modo a evitar que um novo confronto aconteça. Conforme informado, o tiroteio teria sido motivado por conta de uma discussão, mas discute-se ainda a possibilidade de um racha entre grupos criminosos atuantes na área.

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou para o (85) 3101-0181, que é o número de WhatsApp, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia.

Leia também | Vídeo: grupo arromba e furta loja de eletrônicos em Ipu, no interior do Ceará

>>>Clique aqui para seguir o canal do GCMAIS no WhatsApp<<<

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

>>>Clique aqui para seguir o canal do GCMAIS no WhatsApp<<<

Fonte: gcmais.com.br