Ceará

Açude Orós ultrapassa 70% de capacidade pela 1ª vez em 12 anos

acude-oros-ultrapassa-70%-de-capacidade-pela-1a-vez-em-12-anos
Açude Orós ultrapassa 70% de capacidade pela 1ª vez em 12 anos

O açude Orós, segundo maior reservatório do Ceará, ultrapassou 70% da capacidade pela primeira vez em 12 anos, de acordo com a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh). O volume atingiu a marca de 70,50% nesta quarta-feira (24).

A última vez que essa mesma capacidade foi registrada foi no dia 25 de setembro de 2012. O Orós sagrou pela última vez em 8 de março de 2011.

>>>Clique aqui para seguir o canal do GCMAIS no WhatsApp<<<

O reservatório registrou aumento considerável no volume em 2024, ultrapassando a marca de recuperação de 2023. Segundo dados da Cogerh, o Orós estava com 52,67% da capacidade em 1º de janeiro deste ano. Já no registro feito em 24 de abril, o açude se encontra com 70,5%, apresentando um aporte de 17,83% em quase quatro meses, o que significa um aumento de 345,96 milhões de metros cúbicos de água.

No momento, o reservatório está com pouco mais de 1.406,82 bilhão de metros cúbicos acumulados, superior ao valor máximo registrado em 2023, quando o açude alcançou 67,52% da capacidade (1,309 bilhão de m³), em 20 de maio daquele ano.

>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Açude Orós

O Açude Orós fica a 450 km de Fortaleza. O reservatório tem como finalidades a perenização do Rio Jaguaribe, irrigação do Médio e Baixo Jaguaribe, piscicultura, culturas agrícolas de áreas de montante, turismo e aproveitamento hidrelétrico.

A barragem ocupou a posição de maior reservatório do Ceará até 2002, ano em que o Castanhão foi construído. O Orós tem capacidade para 1,94 bilhão de m³ água, fazendo parte do trio de açudes do Estado que comportam mais de 1 bilhão de m³, com o açude Castanhão (6,7 bilhões) e o açude Banabuiú (1,534 bilhão).

Diminuição da seca

Mais da metade do território do Ceará não apresenta seca relativa, conforme o mapa mais recente do Monitor de Secas. No comparativo com o mês de fevereiro, março teve variação absoluta de 33,95%, isto é, aumentou de 23,5% para 57,45%. A porção do Ceará sem seca relativa está concentrada nas regões Centro-Norte do Estado.

Leia também | Fortaleza terá tipagem sanguínea para pessoas com Transtorno do Espectro Autista neste sábado (27)

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Fonte: gcmais.com.br