Ceará

Após acidente, motorista que causou morte de eletricista passou mal e veio a óbito

apos-acidente,-motorista-que-causou-morte-de-eletricista-passou-mal-e-veio-a-obito
Após acidente, motorista que causou morte de eletricista passou mal e veio a óbito

O motorista apontado como o responsável pelo acidente de trânsito que terminou com a morte de um eletricista em Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), passou mal após o ocorrido e veio a óbito. O caso aconteceu na tarde desta terça-feira (21), na localidade da Lagoa do Catu.

Na ocasião, o homem estava fugindo de uma equipe da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), em alta velocidade, e colidiu com o carro em que estava um eletricista que prestava serviços para uma empresa parceira da Enel. O carro acabou caindo no lago e o homem não conseguiu sair do veículo a tempo de se salvar, afogando-se. O motorista que provocou o acidente foi preso em seguida.

 Leia também | Bebê nasce dentro de ônibus em Fortaleza; veja vídeo

Conforme divulgado, ele trafegava em uma Hilux com os pneus furados próximo ao posto da PRE passou a ser perseguido pelos agentes e, durante o acompanhamento tático, o condutor colidiu com três veículos.

O corpo da vítima, que ainda não foi identificada, foi retirado da água com a ajuda de agentes do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (CBMCE).

Após a captura, os agentes de segurança constataram que o homem que dirigia a Hilux estava com uma arma de fogo, que foi apreendida pelos policiais. Ele foi preso e colocado à disposição da Justiça, mas depois acabou sofrendo de um mal súbito e veio a óbito, conforme informaram as forças de segurança. Não há, até o momento, informações sobre a possível causa da morte.

>>>Clique aqui para seguir o canal do GCMAIS no WhatsApp<<<

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Análises serão realizadas por profissionais da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), em relação aos dois cadáveres.

Enel

Em nota, a Enel Distribuição Ceará lamentou a morte do eletricista e esclareceu que ele trabalhava para uma empresa terceirizada. A empresa informou ainda que enviou equipes ao local para dar apoio e reforça que o eletricista não realizava atividades de trabalho durante o acidente. A companhia esclarece ainda que acompanha o caso junto à empresa parceira.

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Fonte: gcmais.com.br