Ceará

Bombeiros registram 28 mortes por afogamento no Ceará em 2024

bombeiros-registram-28-mortes-por-afogamento-no-ceara-em-2024
Bombeiros registram 28 mortes por afogamento no Ceará em 2024

O Corpo de Bombeiros do Ceará registrou um total de 28 mortes por afogamento no estado em 2024. No total, foram contabilizados 38 casos de afogamento, um número superior ao observado no mesmo período do ano passado, quando houve 24 ocorrências.

>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Segundo a corporação, os chamados se concentram no Sertão Central do Estado, pois lá estão as passagens molhadas, trechos de estradas que ficam alagados por conta das chuvas ou da sangria dos rios. Nesse cenário, alguns problemas podem acontecer, como perda de controle do veículo, aquaplanagem e danos mecânicos.

Um caso recente foi o do falecimento da mãe e irmã de influencer que morreram no Rio Banabuiú, em Limoeiro do Norte. Outra ocorrência foi o de duas mulheres que foram arrastadas no Rio Canindé pela correnteza forte no início do mês.

Os pescadores correspondem a uma parcela majoritária dos atendimentos. Para o Corpo de Bombeiros, isso se deve ao excesso de confiança no local, que pode sofrer mudanças com a incidência das chuvas.

Por fim, os bombeiros ressaltam a importância de aumentar a atenção e não fazer o uso de bebidas alcoólicas nos momentos de lazer nos mananciais. Outro fator muito importante é não estar sozinho e nunca entrar em leitos fundos, onde a água fica acima da altura do joelho.

Em específico nos casos de passagem molhada, deve-se buscar alternativas para essa travessia, seja com embarcação ou outro meio, principalmente quando o volume de chuva tá muito intenso.

Leia também | Agefis apreende 6 toneladas de lixo em descarte irregular no Dias Macedo e Passaré

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Fonte: gcmais.com.br