Ceará

Empresária esfaqueada em Juazeiro do Norte volta a ser internada e vai passar por cirurgia

empresaria-esfaqueada-em-juazeiro-do-norte-volta-a-ser-internada-e-vai-passar-por-cirurgia
Empresária esfaqueada em Juazeiro do Norte volta a ser internada e vai passar por cirurgia

A empresária Laisa Andrade, que foi esfaqueada dentro da própria loja no dia 12 de janeiro em Juazeiro do Norte, na Região do Cariri cearense, voltou a ser internada e vai ter que passar por uma nova cirurgia. Trata-se de uma operação preventiva de pseudoaneurisma, consequência de um dos golpes de faca sofridos por ela.

Laisa foi atacada na própria loja, no município, por dois homens que fingiam ser clientes. O crime, que aconteceu em 12 de janeiro deste ano, foi encomendado por um casal que devia à mulher uma dívida trabalhista no valor de R$ 10 mil.

>>>Clique aqui para seguir o canal do GCMAIS no WhatsApp<<<

“Hoje, viemos informar que Laisa encontra-se internada para uma cirurgia preventiva de um pseudoaneurisma, derivado de uma das perfurações no pescoço. Ela está bem e realmente está internada para a realização dessa cirurgia. Como foi no início, agora pedimos mais uma vez uma corrente de oração!”, lê-se no pronunciamento divulgado pela família.

Laisa chegou a reinaugurar o estabelecimento comercial em 12 de abril, exatamente três meses após o ataque. A empresária, na ocasião, recebeu presentes, buquês de flores, além de muitos abraços, carinho e palavras de força.

Laisa ficou internada por 12 dias, até receber alta em 26 de janeiro. Desde então, ela vem sendo acompanhada por médicos, que chegaram a afirmar que outros casos – com lesões muito menores do que as sofridas pela comerciante – acabaram resultando em óbito.

O crime

O ataque, que aconteceu em 12 de janeiro deste ano, foi flagrado pelas câmeras de segurança do estabelecimento comercial. Dois homens entraram na loja como se fossem clientes e começaram a pedir informações, pegando inclusive algumas peças de roupas nas prateleiras. Eles então imobilizaram e atacaram a mulher, com uma faca. No vídeo, é possível ver que a empresária seguia sendo esfaqueada mesmo quando já caída no chão.

Leia também | Empresária é esfaqueada por dois homens dentro de loja em Juazeiro do Norte, no Ceará

O casal de dentistas Francisco Jonhnatan Alves e Silva e Savana Oliveira, apontados como responsáveis por ordenar o ataque, foi preso poucos dias depois.

Eles teriam encomendado a ação criminosa por uma dívida trabalhista com Laisa, conforme o advogado da vítima. Ela trabalhava na clínica odontológica que é de propriedade de Francisco Jonhnatan e ganhou uma causa trabalhista contra a empresa, no valor de R$ 10 mil. Os dois teriam pago cerca de R$ 5 mil para que o crime fosse executado.

Recuperação

Em fevereiro, Laisa gravou vídeo para as redes se pronunciando sobre o ocorrido. Nele, ela agradecia pelas mensagens de apoio que recebeu após o ataque. “Minha aparição aqui é rápida, só pra agradecer todo mundo que orou, minha família em especial, né, porque ave maria… E outra, pedir pra que vocês orem por todo mundo, não só por mim, mas também por aqueles que deixaram o inimigo usar eles”, pede a mulher.

“E também dizer que, quando forem falar sobre o que aconteceu comigo, não falem que sou guerreira, porque isso não é sobre eu, é sobre Deus. Muita gente não acreditava, Deus veio e disse ‘calma aí, eu sou Deus, e é assim que vou agir’”, continua ela. Laisa ainda pontua que não tem raiva ou arrependimento após o ocorrido.

Fonte: gcmais.com.br