Fortaleza

Homem que degolou funcionário no IJF matou por ciúme; esposa trabalhava com a vítima

homem-que-degolou-funcionario-no-ijf-matou-por-ciume;-esposa-trabalhava-com-a-vitima
Homem que degolou funcionário no IJF matou por ciúme; esposa trabalhava com a vítima

O homem suspeito de matar e degolar um zelador do Instituto Dr. José Frota (IJF), na manhã desta terça-feira (23), cometeu o crime por ciúme, conforme apurado pela equipe de reportagem da TV Cidade Fortaleza no local da ocorrência.

Ele é ex-funcionário do hospital, tendo deixado a unidade no ano passado, enquanto a esposa ainda trabalha lá. Conforme relatado, ele tinha ciúme pela convivência da mulher com o zelador assassinado. Além disso, como é ex-funcionário, ele conseguiu entrar no hospital porque ainda estava cadastrado no sistema de reconhecimento facial.

O funcionário foi morto dentro do refeitório da unidade hospitalar, em Fortaleza, e teve a cabeça arrancada logo em seguida. Além dele, uma outra pessoa ficou ferida no local Conforme informações preliminares, o crime teria sido cometido por outro funcionário do hospital, que também deixou uma outra pessoa ferida no local.

Conforme relatado por testemunhas, ele descarregou no colega a arma de fogo que levava, e depois degolou a vítima usando uma faca. O homem conseguiu fugir após a ação criminosa.

Pessoas que estavam no IJF no momento do crime comentam que havia orientação para ninguém sair de seus respectivos setores, para evitar novas ocorrências.

Homem que degolou funcionário do IJF agiu por ciúme

A polícia foi acionada para o local, após o assassinato. Em vídeos que circulam nas redes, é possível ver agentes policiais andando por dentro da unidade hospitalar.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por GCMAIS (@gcmais)

Secretaria de Segurança

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) comunicou que as forças de segurança estão em diligências para capturar o suspeito. Equipes da Polícia Militar do Ceará (PMCE), do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) e da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) foram acionadas para realizar levantamentos no local. O caso está a cargo da 4° Delegacia do DHPP. Imagens de câmeras de segurança da unidade hospitalar, que flagraram a ação criminosa, foram disponibilizadas para auxiliar os trabalhos policiais.

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As informações podem ser direcionadas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou para o (85) 3101-0181, que é o número de WhatsApp, pelo qual podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia. As denúncias podem ser encaminhadas ainda para o (85) 3257-4807, número do DHPP, que também é o WhatsApp do Departamento. O sigilo e o anonimato são garantidos.

IJF

Em nota, a direção do IJF informa que acopmanha a ocorrência e que a segunda vítima do ataque – que ficou ferida – foi socorrida pelas equipes da Emergência. “As famílias das vítimas estão sendo acolhidas e a situação está sendo acompanhada pelos órgãos de segurança, que está recebendo todo o apoio para as investigações”, pontua o Instituto, reforçando ainda que todos os atendimentos aos pacientes seguem sendo realizados, sem interrupção.

>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Leia também | Recém-nascido é encontrado dentro de saco de lixo no bairro Jardim das Oliveiras

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Fonte: gcmais.com.br