Ceará

Irmã de funcionário morto no IJF cobra justiça; vítima deixa esposa grávida de seis meses

irma-de-funcionario-morto-no-ijf-cobra-justica;-vitima-deixa-esposa-gravida-de-seis-meses
Irmã de funcionário morto no IJF cobra justiça; vítima deixa esposa grávida de seis meses

A irmã do funcionário morto no Hospital Instituto Doutor José Frota (IJF), em Fortaleza, na manhã desta terça-feira (23), conversou com a equipe de reportagem da TV Cidade e cobrou justiça sobre o caso. Segundo Francisca Escossio, ela soube da morte do irmão por meio de mensagens de pessoas conhecidas que entraram em contato com a família.

Francisco Mizael Souza da Silva foi assassinado dentro do refeitório da unidade hospitalar e teve a cabeça arrancada logo em seguida. O crime foi cometido por um ex-funcionário do hospital, que também deixou uma outra pessoa ferida no local.

A irmã da vítima alega que a família ainda não conseguiu fazer a liberação do corpo devido às circunstâncias do crime. Ao falar sobre a crueldade em que Mizael foi morto, ela se emocionou. Segundo ela, o irmão era casado e a esposa está grávida de seis meses.

Na entrevista, Francisca relatou que desconfia que o irmão e o autor do crime tenham tido desavenças quando trabalharam juntos e que isso teria alterado o horário de trabalho de Mizael.

Reprodução

Homem que degolou funcionário no IJF matou por ciúme

O homem suspeito de matar e degolar um zelador do Instituto Dr. José Frota (IJF), na manhã desta terça-feira (23), cometeu o crime por ciúme, conforme apurado pela equipe de reportagem da TV Cidade Fortaleza no local da ocorrência.

Ele é ex-funcionário do hospital, tendo deixado a unidade no ano passado, enquanto a esposa ainda trabalha lá. Conforme relatado, ele tinha ciúme pela convivência da mulher com o zelador assassinado. Além disso, como é ex-funcionário, ele conseguiu entrar no hospital porque ainda estava cadastrado no sistema de reconhecimento facial.

Secretaria de Segurança

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) comunicou que as forças de segurança estão em diligências para capturar o suspeito. Equipes da Polícia Militar do Ceará (PMCE), do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) e da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) foram acionadas para realizar levantamentos no local. O caso está a cargo da 4° Delegacia do DHPP. Imagens de câmeras de segurança da unidade hospitalar, que flagraram a ação criminosa, foram disponibilizadas para auxiliar os trabalhos policiais.

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As informações podem ser direcionadas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou para o (85) 3101-0181, que é o número de WhatsApp, pelo qual podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia. As denúncias podem ser encaminhadas ainda para o (85) 3257-4807, número do DHPP, que também é o WhatsApp do Departamento. O sigilo e o anonimato são garantidos.

IJF

Em nota, a direção do IJF informa que acopmanha a ocorrência e que a segunda vítima do ataque – que ficou ferida – foi socorrida pelas equipes da Emergência. “As famílias das vítimas estão sendo acolhidas e a situação está sendo acompanhada pelos órgãos de segurança, que está recebendo todo o apoio para as investigações”, pontua o Instituto, reforçando ainda que todos os atendimentos aos pacientes seguem sendo realizados, sem interrupção.

>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Leia também | Recém-nascido é encontrado dentro de saco de lixo no bairro Jardim das Oliveiras

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Fonte: gcmais.com.br