Ceará

Mulher é morta a tiros após ter casa invadida em Barbalha, no Ceará

mulher-e-morta-a-tiros-apos-ter-casa-invadida-em barbalha,-no-ceara
Mulher é morta a tiros após ter casa invadida em Barbalha, no Ceará

Uma mulher foi morta a tiros após ter a casa invadida por suspeitos armados em Barbalha, no Cariri cearense, na noite desta quarta-feira (8). A vítima, Maria da Penha Pereira, de 32 anos, não resistiu aos ferimentos e faleceu na residência, localizada no bairro Parque Bulandeiras. Ela tem antecedentes criminais por roubo.

>>>Clique aqui para seguir o canal do GCMAIS no WhatsApp<<<

Segundo relatos, quatro homens chegaram em duas motocicletas quando invadiram a casa e efetuaram disparos contra a mulher. Ela respondia a um procedimento por assalto em Barbalha.

Em 2919, Maria da Penha e José Alves Soares abordaram um homem no centro da cidade e anunciaram o assalto. O casal roubou um celular, mochila e um par de chuteiras. Após dois dias, a vítima percebeu que o aparelho estava sendo vendido nas redes sociais e montou uma armadilha com militares do RAIO. Na hora da entrega, os policiais prenderam o homem que apontou Maria da Penha como comparsa do assalto.

Mulher é morta em Barbalha

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social informou, em nota, que equipes das Polícias Civil e Militar foram enviadas ao local da ocorrência, assim como a Perícia Forense. O caso é investigado pela Delegacia Municipal de Barbalha.

>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

“A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informa que equipes da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) e da Polícia Militar do Ceará (PMCE) foram acionadas, na noite dessa quarta-feira (08), para uma ocorrência de homicídio no município de Barbalha – Área Integrada de Segurança 19 (AIS 19) do Estado. A vítima, identificada como uma mulher, de 32 anos, com antecedentes por roubo, foi morta por disparos de arma de fogo no bairro Parque Bulandeiras, onde foi a óbito.

Uma equipe da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) também foi acionada e colheu indícios que subsidiarão os trabalhos policiais. As investigações estão a cargo da Delegacia Municipal de Barbalha da PCCE.”

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social, ou para o (85)3101-0181, que é o número de WhatsApp, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia. As informações podem ser direcionadas ainda para o telefone (88)3102-1196, da Delegacia Municipal de Barbalha. O sigilo e o anonimato são garantidos.

Leia também | Homem é assassinado a tiros em bar no bairro Dom Lustosa, em Fortaleza

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Fonte: gcmais.com.br