Fortaleza

Polícia prende homem após assalto a lotérica que levou mais de R$ 15 mil

policia-prende-homem-apos-assalto-a-loterica-que-levou-mais-de-r$-15-mil
Polícia prende homem após assalto a lotérica que levou mais de R$ 15 mil

Um homem de 19 anos de idade foi preso pela Polícia Militar do Ceará (PMCE) após efetuar um assalto a uma agência lotérica no bairro Conjunto Esperança, em Fortaleza, nesta terça-feira (30). Conforme informado, foram levados mais de R$ 15 mil do estabelecimento durante a ação criminosa.

Higor Deyvid Feitosa Ribeiro estava acompanhado de dois comparsas durante a ação, mas não comentou sobre os outros suspeitos após ser capturado. Ele foi preso por composições do 21º Batalhão da PM, que iniciaram as buscas em um raio de possível fuga dos criminosos, a partir do local do roubo.

Os suspeitos iniciaram a fuga pelo bairro Parque Santa Rosa, que fica na mesma região. Eles foram avistados pelos policiais militares ainda na rua Cerejeiras e então entraram na Rua das Margaridas.

Quando os policiais chegaram até o veículo utilizado pelos criminosos, ele estava abandonado e um homem estava tentando escapar pelo telhado – os demais suspeitos já haviam fugido. A polícia realizou um cerco no imóvel e conseguiu prender um dos envolvidos na ação criminosa.

Polícia prende suspeito após assalto a lotérica em Fortaleza

Higor Deyvid não tinha antecedentes criminais quando maior de idade, mas enquanto adolescente já havia passado várias vezes pela Delegacia da Criança e do Adolescente. O carro utilizado pelo grupo não consta como roubado ou furtado e a polícia ainda está investigando para saber no nome de quem está registrado o veículo e como os criminosos conseguiram ter acesso a ele.

Além do dinheiro, a polícia apreendeu ainda duas armas de fogo, sendo elas um revólver de calibre .38 e uma pistola.

Segundo Tenente Lemos, um dos policiais militares envolvidos na operação, o suspeito afirma que estava na porta de casa e dois comparsas o convidaram para fazer o assalto, com ele tendo aceitado. “Segundo ele, eles não conhecem. É o mesmo modus operandi, eles fingem não se conhecer, pelo que a gente conversou com ele aqui. Ele já aparenta ter uma expertise nesse tipo de procedimento”, comenta.

A polícia segue investigando, para tentar localizar os outros responsáveis pela ação criminosa.

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou para o (85) 3101-0181, que é o número de WhatsApp, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por GCMAIS (@gcmais)

Leia também | Polícia prende dois homens com 34 kg de skunk escondidos dentro de carro

>>>Clique aqui para seguir o canal do GCMAIS no WhatsApp<<<

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Fonte: gcmais.com.br