Fortaleza

Procura por vacina contra a dengue está baixa nos postos de saúde de Fortaleza

procura-por-vacina-contra-a-dengue-esta-baixa-nos-postos-de-saude-de-fortaleza
Procura por vacina contra a dengue está baixa nos postos de saúde de Fortaleza

A baixa procura pela vacina contra a dengue nos postos de saúde de Fortaleza tem preocupado as autoridades sanitárias da Capital nos últimos dias. Em um posto de saúde no bairro Cais do Porto, por exemplo, o movimento estava bem tranquilo durante a manhã desta segunda-feira (20). Na sala de vacina, a maior procura foi por imunizantes contra a gripe.

Foto: Reprodução

>>>Clique aqui para seguir o canal do GCMAIS no WhatsApp<<<

Durante uma hora e quarenta minutos em que a reportagem da TV Cidade esteve no local, nenhuma dose da vacina contra a dengue foi aplicada, que tem como público-alvo 154 mil crianças e adolescentes, de dez a catorze anos em Fortaleza.

Embora não tenha finalizada a contagem das doses aplicadas até agora, a Secretaria Municipal da Saúde confirma a baixa adesão.

“O momento agora é justamente de mobiliza a população para estarem procurando os 18 postos de saúde que estão oferecendo a vacina contra a dengue na população adolescente de dez a 14 anos”, afirma Luciana Passos, coordenadora das Redes Atenção Psicossocial.

>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

O esquema vacinal é composto por duas doses, com intervalos de três meses, exceto se a criança ou adolescente contrair a doença.

Um total de 38 mil doses estão disponíveis em 18 postos de saúde na Capital. A relação das unidades pode ser consultada pelo “Canal Saúde”, no site da Prefeitura. Ainda não há previsão de quando a vacina contra a dengue será ampliada para outras idades.

“A questão de público são diretrizes ministeriais do Ministério da Saúde e da Secretaria de Saúde do Estado e o município vem cumprindo o que é determinado por ambos”, diz
Luciana Passos.

Leia também | Vale Gás: famílias de Fortaleza têm até dia 31/05 para receber os tíquetes nos Cras

>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Fonte: gcmais.com.br