Fortaleza

Receita apreende drogas escondidas em caixa de som e brinquedo no Aeroporto de Fortaleza

receita-apreende-drogas-escondidas-em-caixa-de-som-e-brinquedo-no-aeroporto-de-fortaleza
Receita apreende drogas escondidas em caixa de som e brinquedo no Aeroporto de Fortaleza

A Receita Federal apreendeu nesta quinta-feira (23) duas encomendas postais contendo drogas escondidas em objetos inusitados: em um caso, ela vinha dentro de uma caixa de som; em outro, estava escondida dentro de um brinquedo. A ação aconteceu durante fiscalização no Terminal de Cargas do Aeroporto de Fortaleza.

Na caixa de som, vinham sendo transportados aproximadamente 4kg de skunk – também conhecido como “supermaconha” – que vinha de São Paulo em direção a Jericoacoara, no litoral cearense. Já na outra encomenda, dentro de um carrinho de brinquedo, havia 700 gramas de entorpecentes, incluindo haxixe e ecstasy, que estavam sendo enviados de Salvador para o município de Missão Velha, no interior do Ceará.

Leia também | Homem é preso com 326 quilos de skunk escondidos em assentos de ônibus

>>>Clique aqui para seguir o canal do GCMAIS no WhatsApp<<<

Receita apreende drogas escondidas durante fiscalização no Aeroporto

As drogas foram identificadas por meio da atuação dos agentes caninos Ithor e Saymon. Segundo o órgão, a inspeção dos cães foi essencial para a identificação do material, uma vez que os entorpecentes estavam embalados a vácuo e “muito bem camuflados”.

O material apreendido, conforme a Receita Federal, será encaminhado às autoridades policiais para que seja realizada uma investigação detalhada sobre as circunstâncias dos crimes, por meio de um inquérito policial.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por GCMAIS (@gcmais)

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Anteriores

No dia anterior, na quarta-feira (22), a Receita apreendeu um total de 9 kg de cocaína que também estavam dentro de um pacote postal no Aeroporto de Fortaleza. A droga foi confiscada durante uma fiscalização de encomendas que estava sendo realizada no Terminal de Cargas. Segundo o órgão, o entorpecente estava escondido em pacotes de creatina, que foram enviados de São Paulo com destino a Fortaleza.

Ainda neste mês, em outra apreensão, a Receita interceptou 1 kg de maconha que estava separada em três encomendas e acondicionada de diversas formas – chocolates, goma de mascar e em estado líquido.

Fonte: gcmais.com.br