Ceará

Secretaria da Cultura abre inscrições para o programa Circula Ceará

secretaria-da-cultura-abre-inscricoes-para-o-programa-circula-ceara
Secretaria da Cultura abre inscrições para o programa Circula Ceará

A Secretaria da Cultura do Ceará (Secult CE) abriu as inscrições para o edital do Programa de Circulação e Difusão das Artes e da Cultura Cearense – Circula Ceará. Os interessados podem se inscrever até o dia 17 de junho por meio do Mapa Cultural do Ceará.

A iniciativa visa garantir a circulação de profissionais das artes e dos produtos culturais criados por eles, possibilitando a apresentação dessas produções em contextos diversos, gerando visibilidade, reconhecimento e capacidade de inserção em outros circuitos. Uma verba de R$ 2.200.000,00 oriunda da Lei Complementar nº 195/2022 (Lei Paulo Gustavo), será destinada ao projeto.

>>>Clique aqui para seguir o canal do GCMAIS no WhatsApp<<<

Com o programa será possível potencializar as oportunidades geradas pela concessão de apoio ao deslocamento (terrestre, marítimo ou aéreo) aos agentes do campo cultural, capacitando-os para planejar e executar circulação para apresentações artísticas, intercâmbios, participação em feiras, simpósios e demais eventos na área cultural.

Além disso, o projeto também deve conceder suporte para circulação e divulgação da produção artística local, para propostas de artistas, grupos e coletivos, apresentados por agentes culturais com domicílio no Ceará. A ideia é permitir que esses profissionais participem de mostras, festivais, eventos, entre outras atividades culturais, promovidas por instituições/iniciativas brasileiras ou estrangeiras de reconhecido mérito.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Secult abre inscrições para o Circula Ceará

As inscrições abertas serão realizadas de forma gratuita, exclusivamente online, pelo site do Mapa Cultural do Ceará, no período de 25 dias corridos, finalizando em 17 de junho de 2024.

Quem pode se inscrever

Poderão se inscrever no edital as Organizações da Sociedade Civil com no mínimo dois anos de registro, que comprovem experiência prévia em projetos de formação em arte e cultura, bem como capacidade técnica e operacional cujos atos constitutivos contenham na previsão de finalidade ou atividade a proposta inscrita, com menção ao desenvolvimento de atividades artísticas e culturais.

Leia também | Uber anuncia categoria exclusiva no Brasil para a solicitação de carros híbrido e elétricos

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Fonte: gcmais.com.br