Ceará

Suspeito de matar entregador em Caucaia já havia sido preso por furto e recebeu liberdade ao alegar transtorno mental

suspeito-de-matar-entregador-em-caucaia-ja-havia-sido-preso-por-furto-e-recebeu-liberdade-ao-alegar-transtorno-mental
Suspeito de matar entregador em Caucaia já havia sido preso por furto e recebeu liberdade ao alegar transtorno mental

O homem suspeito de matar a tiros um entregador no Bairro Guagiru, em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza, já tinha sido preso por furto de motocicletas e estava em liberdade provisória há pouco mais de um mês. O benefício foi concedido ao criminoso após ele alegar que sofria de transtornos mentais e precisava de medicação.

Pedro Henrique Viana Alves, de 19 anos, foi preso em flagrante na manhã desta segunda-feira (27), no Bairro Barra do Ceará, em Fortaleza, pela morte do entregador Paulo Juan Gomes Cardoso, também de 19 anos. O homem foi autuado pelos delitos de homicídio qualificado, porte ilegal de arma de fogo e furto.

>>>Clique aqui para seguir o canal do GCMAIS no WhatsApp<<<

O suspeito possui antecedentes criminais pelos crimes de roubo e furto de veículo. Quando adolescente, Pedro Henrique também respondeu pelos atos infracionais análogos aos crimes de receptação, tráfico ilícito de drogas e dano.

Suspeito de matar entregador havia sido preso por furto de motos

O furto cometido anteriormente por Pedro Henrique ocorreu no dia 15 de abril deste ano, quando ele e outros três comparsas se apossaram de duas motocicletas na Rua Idelfonso Albano, no Bairro Praia de Iracema, em Fortaleza.

A polícia foi acionada e os agentes flagraram o momento em que ele e outro homem tentavam furtar uma terceira moto. A dupla foi presa.

No dia seguinte à captura, Pedro e o comparsa passaram por uma audiência de custódia onde o juiz restituiu a liberdade do dois, estabelecendo medidas cautelares pelo prazo de 6 meses.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

O juiz apresentou como uma das justificativas da decisão o argumento de que Pedro Henrique “parecia precisar de acompanhamento e tratamento” pois, em um processo por roubo que tramita contra o suspeito em Caucaia, consta que foi instaurado um incidente de insanidade mental. Além disso, o jovem alegou no interrogatório que sofria transtornos mentais e tomava medicação.

As medidas preventivas determinadas ao suspeito foram o uso da tornozeleira eletrônica, recolhimento domiciliar das 22 às 6 horas e comparecimento mensal na sede da Coordenadoria de Alternativas Penais.

Tornozeleira descarregada

De acordo com a Secretaria da Administração Penitenciária e Ressocialização (SAP), o suspeito deixou a tornozeleira descarregar por completo minutos antes de cometer o crime enquanto ainda estava nas proximidades do local do ocorrido.

Ele ainda permaneceu com o equipamento desativado até a manhã desta segunda-feira (27), quando foi capturado. A polícia encontrou com ele uma arma artesanal e as roupas utilizadas no crime.

Assaltante mata entregador e rouba moto em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza

Uma câmera de segurança flagrou o momento em que um assaltante mata um entregador e rouba a moto dele no Bairro Guagiru, em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza. O crime ocorreu na rua Monteiro Lobato, na noite de domingo (26), e foi registrado por uma câmera de segurança.

A vítima estava trafegando na via quando o suspeito puxou uma arma de fogo, obrigando o homem a parar. Mesmo com a vítima se rendendo e descendo da moto, o criminoso atirou no trabalhador, que morreu no local. Em seguida, o acusado, que estava usando tornozeleira eletrônica, fugiu levando a moto do entregador.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por GCMAIS (@gcmais)

Leia também |Câmera flagra assalto a posto de combustíveis em Maracanaú, na Grande Fortaleza

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<< 

Fonte: gcmais.com.br