Fortaleza

Bebê de 5 meses morre engasgado com leite em creche na Grande Fortaleza

bebe-de-5-meses-morre-engasgado-com-leite-em-creche-na-grande-fortaleza
Bebê de 5 meses morre engasgado com leite em creche na Grande Fortaleza

Um bebê de apenas cinco meses morreu, nesta segunda-feira (3), após se engasgar com leite em uma creche particular em Itaitinga, na Região Metropolitana de Fortaleza. José Raffael de Sousa Alves chegou a ser socorrido, mas não resistiu. O garoto era filho único.

>>>Clique aqui para seguir o canal do GCMAIS no WhatsApp<<<

Segundo o relatório médico, o bebê chegou à Unidade Básica de Saúde do Ancuri às 16h51, acompanhado por dois funcionários da creche, com um engasgo após ingerir leite. Na ocasião, os socorristas constataram que o menino já estava em parada cardiorrespiratória e com a pele azulada (cianose).

Durante o socorro, os profissionais de saúde realizaram a manobra de Heimlich e fizeram diversos ciclos de reanimação cardiopulmonar, porém sem sucesso. Na ocasião, não foi realizada tentativa de entubação do bebê, porque a unidade não tinha equipamento.

Bebê morre engasgado com leite em creche

Segundo o relatório, enquanto os profissionais atendiam o bebê, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado. No hospital, os socorristas do Samu ainda fizeram doze ciclos de reanimação cardiopulmonar, mas a criança não resistiu.

“O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) 192 Ceará informa que foi acionado para atender essa ocorrência às 17h01min, e às 17h21min chegou ao local. O Serviço enviou uma ambulância de Suporte Avançado (USA), UTI móvel, quando os profissionais chegaram ao local o bebê já estava em parada cardiorrespiratória. A equipe ficou até 18h15 nessa unidade de Saúde. O Samu Ceará lamenta esse momento de dor e se solidariza com a família”, diz a nota do órgão.

Conforme a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social, o bebê deu entrada em uma unidade hospitalar após se engasgar, mas foi a óbito. Equipes da Polícia Militar e da Perícia Forense foram acionadas e colheram informações que irão auxiliar os trabalhos policiais.

“A Delegacia Metropolitana de Itaitinga realiza oitivas e diligências para elucidar o caso”, disse a pasta.

Em nota, a creche decretou luto por 7 dias e afirmou estar à disposição da justiça para as devidas investigações. “Estamos colaborando integralmente com as autoridades para que os fatos sejam esclarecidos o mais rápido possivel. Nosso compromisso com a verdade é inabalável, e estamos à disposição da justiça para qualquer esclarecimento necessário”, declarou.

O Portal GCMais entrou em contato com a Secretaria da Saúde de Itaitinga, mas até o momento não obtivemos resposta. A matéria será atualizada assim que houver o posicionamento oficial da pasta municipal.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Lei Lucas

As instituições de ensino precisam atualizar sua conformidade com a chamada Lei Lucas (Lei Federal nº 13.722). Esta lei, sancionada em 2018, determinou ser obrigatória a capacitação de noções básicas de primeiros socorros de funcionários de escolas, incluindo professores.

A lei determina que o curso deve ser ofertado anualmente para capacitar novos funcionários que iniciarão o trabalho com a volta às aulas, e também para fazer a reciclagem de funcionários antigos. Estes cursos devem ser ministrados por entidades municipais ou estaduais especializadas em cuidados de emergência (nas escolas públicas) e por profissionais habilitados (nas escolas privadas).

Leia também | Empresária é esfaqueada por dois homens dentro de loja em Juazeiro do Norte, no Ceará

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Fonte: gcmais.com.br