Ceará

Educação: Prefeitura de Fortaleza lança projeto sobre cultura oceânica nas escolas

educacao:-prefeitura-de-fortaleza-lanca-projeto-sobre-cultura-oceanica-nas-escolas
Educação: Prefeitura de Fortaleza lança projeto sobre cultura oceânica nas escolas

A Prefeitura de Fortaleza lança nesta terça-feira (28) um projeto educativo que enfoca o tema da cultura oceânica nas escolas municipais da capital cearense. A abertura da iniciativa acontece a partir das 9h, no Paço Municipal, em parceria com a Agência de Desenvolvimento da Economia do Mar de Fortaleza (Ademfor) e a Secretaria Municipal da Educação (SME).

Conforme a gestão, o objetivo é disseminar a cultura oceânica na rede de ensino, incentivando ações de conscientização ambiental e desenvolvimento sustentável em relação aos recursos do mar. O projeto vai abarcar, em uma etapa inicial, mais de 3 mil alunos da rede municipal.

Leia também | Com chuvas, rio transborda e causa inundações em Nova Olinda

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Conforme o professor e pesquisador Ronaldo Adriano Cristofoletti, que compõe a Comissao Oceanográfica Intergovernamental do governo federal, Fortaleza “está dando um exemplo pro Brasil e pro mundo como capital que reconhece essa cultura oceânica”, destacando a importância de trabalhar esse tema na escola, de modo a promover conscientização para a geração de futuros profissionais.

Ele explica que a cultura oceânica é “como cada um de nós, como indivíduos ou instituições, entende nossa relação com o oceano”. “Nossa vida é influenciada todo dia pelo oceano, o ar que a gente respira, o alimento que a gente tem, o turismo da cidade, o clima… Vários pontos. E nossas ações também influenciam o oceano, o lixo que a gente joga de forma errada, a poluição, que vai parar no peixe que a gente come. Cultura oceânica é discutir a relação com o oceano, entender que estamos ligados e, se o oceano cobre 70% desse planeta, ele é responsável por esse planeta, se ele está saudável, vamos estar bem também”, conta, em entrevista para a Jovem Pan News Fortaleza.

>>>Clique aqui para seguir o canal do GCMAIS no WhatsApp<<<

Como ele destaca, a intenção com o projeto é que os futuros profissionais de Fortaleza sejam formados já com um entendimento mais abrangente sobre a importância de pensar no oceano em cada ação humana. Ele lembra que as gerações anteriores não tiveram essa chance: “Não fomos convidados a conhecer, pensar essa relação, e acabamos destruindo muito o oceano, gerando muitos problemas que retornam para a nossa vida. Por exemplo, a questão do Rio Grande do Sul, a origem de toda essa catástrofe está em um oceano que está febril, que está muito mais aquecido do que deveria. Aqui no Nordeste, neste momento, a temperatura do oceano está quase 3°C acima do que deveria estar, e isso gera mais energia na atmosfera, mais água e mais chuva. E olha o que aconteceu no Rio Grande do Sul.”

Serviço
Lançamento do novo projeto de educação e cultura oceânica na Rede Municipal de Ensino
Data: 28/05 (terça-feira)
Horário: 9h
Local: Auditório do Paço Municipal (Rua São José, nº 1 – Centro)

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Fonte: gcmais.com.br