Fortaleza

Fortaleza já conta com 41 abrigos com wi-fi e painéis de previsão de chegada dos ônibus

fortaleza-ja-conta-com-41-abrigos-com-wi-fi-e-paineis-de-previsao-de-chegada-dos-onibus
Fortaleza já conta com 41 abrigos com wi-fi e painéis de previsão de chegada dos ônibus

Fortaleza já conta com 41 abrigos instalados do projeto Parada Segura. Outros 25 estão em andamento em fase de conclusão. Os novos modelos de abrigo contam com com wi-fi, painéis de previsão de chegada das linhas em tempo real, videomonitoramento, iluminação em led, requalificação de calçadas com pavimento acessível com piso tátil e espaço reservado às pessoas com deficiência.

>>>Clique aqui para seguir o canal do GCMAIS no WhatsApp<<<

O projeto Parada Segura já está presente em 29 bairros de Fortaleza. A escolha dos pontos para instalação leva em consideração critérios como o maior fluxo de ônibus na região, bem como a frequência de registros de ocorrências policiais.

Novos abrigos em Fortaleza contam com wi-fi e painéis de previsão de chegada dos ônibus

Entre as melhorias dos novos abrigos, além do wi-fi, estão os painéis de previsão trouxeram comodidade para o passageiro aguardar seu ônibus. Com trinta equipamentos já em funcionamento por meio dos dados de GPS dos ônibus, com sistema integrado para apontar a previsão de chegada do veículo ao local que o passageiro estiver.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Para Raimundo Rodrigues, presidente da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), o Parada Segura tem o objetivo de contribuir com a sensação de segurança e dar mais conforto ao usuário do transporte público.

“A Prefeitura tem implementado melhorias no transporte público para deixá-lo mais confortável e atraente para o passageiro. Implantamos o Meu Ônibus, onde o usuário pode programar suas viagens, temos o Nina, para ajudar no combate ao assédio sexual, e temos a maior conquista dos últimos tempos, que é o Passe Livre Estudantil”, frisa ele.

Leia também | Cauã Reymond desabafa sobre envenenamento de seus cachorros

>  > Acompanhe o GCMAIS no YouTube  < <

Fonte: gcmais.com.br