Ceará

Homem é morto a tiros em campo de futebol em Caucaia, na Grande Fortaleza

homem-e-morto-a-tiros-em-campo-de-futebol-em-caucaia,-na-grande-fortaleza
Homem é morto a tiros em campo de futebol em Caucaia, na Grande Fortaleza

Um homem foi morto a tiros no Icaraí, no município de Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), e teve o corpo encontrado no matagal de um campo de futebol. A vítima, identificada como Ezequiel Costa, de 27 anos de idade, tinha antecedentes criminais por homicídio.

O caso aconteceu no Campo da Munguba, no Icaraí. Após o cadáver ser descoberto, as forças de segurança foram acionadas. Agentes do 12º Batalhão da Polícia Militar do Ceará (PMCE) se dirigiram ao local da ocorrência para averiguar o crime. Os agentes permaneceram no local, levantando informações. Profissionais da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) também estiveram presentes, para colher material para a análise pericial. O caso será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE).

Leia também | Vídeo: traficante do Maranhão foragido no Ceará é preso em restaurante de Fortaleza

>>Clique aqui para seguir o canal do GCMAIS no WhatsApp<<<

Conforme informado, o homem estava sentado com outras pessoas em bancos improvisados, nas proximidades, quando indivíduos armados chegaram em um carro e chamaram a vítima pelo nome. Ele se levantou, mas desconfiou que poderia estar em perigo, então decidiu correr. Mesmo assim, foi atingido por disparos. O homem chegou a correr cerca de 30 metros, antes de tombar sem vida.

Abordados pela equipe de reportagem da TV Cidade Fortaleza, moradores da região preferiram não comentar o assunto, receosos por possíveis represálias do crime organizado.

>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou para o (85) 3101-0181, que é o número de WhatsApp, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia.

Fonte: gcmais.com.br