Ceará

Polícia Federal deflagra operação contra abuso sexual infantil no interior do Ceará

policia-federal-deflagra-operacao-contra-abuso-sexual-infantil-no-interior-do-ceara
Polícia Federal deflagra operação contra abuso sexual infantil no interior do Ceará

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta sexta-feira (19) a Operação Anjo Caído 2, que tem como alvos suspeitos de abuso sexual infantil. Os crimes incluem estupro de vulnerável, além de produção, armazenamento e divulgação de arquivos digitais contendo violência sexual infantojuvenil (pornografia infantil) por meio da internet.

Foi cumprido um mandado de prisão preventiva e outro de busca e apreensão no município de Massapê, expedidos pela 18ª Vara Federal de Sobral. As ações integram a segunda fase da operação de mesmo nome, que foi executada em 8 de dezembro de 2023.

Conforme informou a Polícia Federal, já desde a primeira fase da operação foram identificados fortes indícios de atuação de um investigado na produção e compartilhamento de mídias contendo o material ilícito, que era então disponibilizado por meio da internet.

Após a análise do celular do homem, que foi apreendido ainda nessa primeira fase, verificou-se que o suspeito continuava agindo ativamente, vitimando pessoas menores de idade com a produção de conteúdo sexual infantil. Com isso, foi determinada a prisão do indivíduo, com o objetivo de proteger as vítimas que já foram identificadas e evitar novos crimes desse tipo.

O homem, caso seja condenado, em tese pode responder pelo cometimento dos crimes de estupro de vulnerável, produção, posse e disponibilização de material com abuso sexual envolvendo criança ou adolescente – cujas penas máximas somadas podem chegar a até 33 anos de prisão. Não é descartada ainda a descoberta de outros crimes mais graves, a partir da continuidade das investigações.

Em ocorrências do tipo, a identidade do acusado não costuma ser divulgada, de modo a preservar a identidade das vítimas.

Leia também | Funcionário é afastado por suspeita de abuso sexual contra aluna de 4 anos dentro de escola

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Fonte: gcmais.com.br