Ceará

Um dos suspeitos de atirar em policial no rosto morre em confronto com a polícia

um-dos-suspeitos-de-atirar-em-policial-no-rosto-morre-em-confronto-com-a-policia
Um dos suspeitos de atirar em policial no rosto morre em confronto com a polícia

Um dos homens apontados como suspeitos de atirar no rosto de um policial militar, na última terça-feira (21), morreu após entrar em confronto com a polícia no município do Crato, na região do Cariri cearense. Ele e outro homem haviam efetuado um assalto contra o agente de segurança, baleando-o no rosto.

O homem foi localizado após agentes da Polícia Militar do Ceará (PMCE) saírem em diligências, a partir de denúncias recebidas sobre a localização do carro que foi usado na ação criminosa. Ele foi encontrado pelos policiais do 2º Batalhão no Sítio Santa Rosa. O suspeito recebeu os agentes com tiros de arma de fogo, no que a polícia reagiu, deixando-o lesionado. O criminoso chegou a ser socorrido para uma unidade hospitalar, mas não resistiu aos ferimentos.

Leia também | Fortaleza: moradores relatam medo no Conjunto Ceará após morte de policial aposentado

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Suspeito de atirar em rosto de policial morre em confronto com agentes

Com ele, foram apreendidos um revólver de calibre .22 e munições. O material foi levado pelos agentes para a delegacia. Um outro suspeito segue foragido, de modo que as buscas da polícia continuam em curso.

O crime

O subtenente Marinilson Pereira, de 51 anos de idade, foi baleado na última terça-feira (21), quando estava de folga e chegava em uma residência no bairro Vila São Francisco. Nesse momento, ele foi abordado por três homens em um carro. Conforme informado, o militar não teria reagido à tentativa de assalto, mas ainda assim foi atingido por um tiro no rosto.

>>>Clique aqui para seguir o canal do GCMAIS no WhatsApp<<<

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

O agente de segurança, após o ocorrido, acionou a polícia e foi levado a uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), no bairro Limoeiro, no mesmo município. A vítima passa bem – o tiro foi de raspão.

O subtenente Marinilson Pereira já disputou as eleições de 2020, para o cargo de vereador.

Fonte: gcmais.com.br