Ceará

69 açudes sangram no Ceará e chuvas de abril ficam dentro da média

69-acudes-sangram-no-ceara-e-chuvas-de-abril-ficam-dentro-da-media
69 açudes sangram no Ceará e chuvas de abril ficam dentro da média

O Ceará chegou a quantia de 69 açudes sangrando, neste domingo (21). Este será o terceiro mês consecutivo com cenário positivo de chuvas no estado: abril deve fechar com um índice pluviométrico dentro da média, no mínimo.

Segundo dados preliminares da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), já choveu cerca de 197,6 milímetros (mm) em 22 dias. A cifra observada está dentro do faixa “em torno da média” e já começa a lentamente ultrapassar o normal histórico para os 30 dias de abril, que equivale a 190,7 mm.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Esse é o terceiro mês consecutivo positivo para chuvas no estado. Em fevereiro, as precipitações no Ceará fecharam com índices 90% acima do normal histórico, registrando 230,6 mm. O mês de março também seguiu essa tendência positiva, ficando dentro da média e apresentando uma pluviometria de 233,5 mm.

O andamento favorável do “inverno” cearense se opõe ao prognóstico negativo que se desenhava, com a presença de um “super-El Niño” neste ano. O aquecimento do Oceano Pacífico foi contrabalançado pela elevação nas temperaturas do Atlântico, a qual teve influência positiva na Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) e aumentou as incertezas na quadra chuvosa local, de acordo com a Funceme.

Com isso, o Ceará driblou o prognóstico de 45% de chance de chuvas abaixo da média para o trimestre de fevereiro a abril, ficando entre os 15% de probabilidade de precipitação acima do esperado.

A normal climatológica para os três meses é a média de 518,5 mm e já choveu, conforme os dados preliminares da Funceme, o suficiente para alcançar o nível médio de 661,6 mm no estado. A cifra é cerca de 8,6% maior do que a média histórica para os quatro meses de quadra chuvosa: 609,2 mm.

Ao todo, 151 dos 184 municípios cearenses já superaram o volume normal para todo o quadrimestre no Ceará. Esse quadro chuvoso resulta em açudes sangrando pelo estado e em uma capacidade hídrica atingindo margem confortável na maior parte da região. No momento, segundo dados do portal hidrológico, 69 dos 157 reservatórios monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) estão vertendo (sangrando).

Neste mês, a Funceme divulgou um segundo prognóstico, desta vez voltado para o trimestre abril, maio e junho. De acordo com a Fundação, a tendência é de 40% de probabilidade de chuvas dentro da média histórica.

Leia também | 13º salário dos aposentados: saiba quando será paga a primeira parcela em 2024

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Fonte: gcmais.com.br