Fortaleza

Homem é linchado após mostrar partes íntimas a crianças e mulheres em Fortaleza

homem-e-linchado-apos-mostrar-partes-intimas-a-criancas-e-mulheres-em-fortaleza
Homem é linchado após mostrar partes íntimas a crianças e mulheres em Fortaleza

Um homem foi linchado no bairro Pici, em Fortaleza, após ter mostrado as partes íntimas para mulheres e crianças da região. Ele foi morto em via pública, na Rua José Antonio, por ordem do crime organizado, em reação aos atos libidinosos.

Conforme relatos, o homem estava morando na rua e era conhecido na região pelo apelido de Bruxo. Ele teria exibido os genitais ainda durante a manhã e, ao voltar ao local durante a tarde, foi espancado com tábuas de madeira – também conehcido como “surra de tábua” pelos moradores.

Homem é linchado em Fortaleza após mostrar partes íntimas na rua

O ataque atingiu fortemente a cabeça e comprometeu órgãos vitais, de modo que o homem morreu antes mesmo de o socorro médico chegar ao local.

Após o crime, a polícia foi acionada para o local, com agentes do 18º Batalhão da Polícia Militar do Ceará (PMCE) tendo se dirigido ao Pici para averiguar a situação. O local foi isolado, mas na chegada dos agentes já não havia sinal dos responsáveis pela morte. Além da polícia, profissionais da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) também foram chamados e realizaram trabalho pericial, coletando material deixado no local do crime.

Conforme relatos de moradores das proximidades, Bruxo andava livremente pela região e não tinha inimizades, mas ultrapassou limites estabelecidos pelo grupo criminoso que controla a região.

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou para o (85) 3101-0181, que é o número de WhatsApp, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia.

Leia mais | Três adolescentes são mortos a tiros, em Guaiúba, na Grande Fortaleza

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Fonte: gcmais.com.br