Ceará

Polícia recupera carga de alimentos avaliada em R$ 130 mil na Grande Fortaleza

policia-recupera-carga-de-alimentos-avaliada-em-r$-130-mil-na-grande-fortaleza
Polícia recupera carga de alimentos avaliada em R$ 130 mil na Grande Fortaleza

Uma ação da Polícia Militar do Estado do Ceará (PMCE) resultou na recuperação de um caminhão com uma carga de alimentos avaliada em quase R$ 130 mil, no município de Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Os bens foram restituídos aos proprietários.

Conforme informou a polícia, agentes do Policiamento Ostensivo Geral (POG) do 14º Batalhão de Polícia Militar (14º BPM) foram acionados por volta das 19h50 para uma ocorrência de atitude suspeita, no bairro Alto Alegre II. Chegando ao local, eles encontraram duas pessoas abandonando o veículo em questão, que estava atolado, e correndo em direção à mata.

De modo inicial, não havia queixa de roubo do caminhão, mas a equipe decidiu continuar no local para resguardar o veículo, enquanto os proprietários eram informados.

Depois disso, os policiais foram informados que o proprietário e motorista estavam na delegacia registrando o roubo, e depois iriam ao local onde estava o caminhão. Com a ajuda de uma retroescavadeira, o veículo foi desatolado.

O caso foi apresentado na Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC) da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), onde foi registrado um boletim de ocorrência (BO). Após isso, o caminhão e a carga de alimentos foram restituídos pela polícia.

Denúncias

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou para o (85)3101-0181, que é o número de WhatsApp, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

Leia também | Operação prende médicos e advogado por envolvimento com facção criminosa no Ceará

>>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Fonte: gcmais.com.br