Ceará

Reservatórios cheios: Fortaleza vai parar de receber águas do Castanhão

reservatorios-cheios:-fortaleza-vai-parar-de-receber-aguas-do-castanhao
Reservatórios cheios: Fortaleza vai parar de receber águas do Castanhão

O Açude Castanhão, o maior do estado do Ceará, vai parar de ter água destinada a Fortaleza e outras cidades da Região Metropolitana. A mudança decorre da cheia de açudes da região, incluindo Gavião, Pacoti, Pacajus e Riachão, garantindo o acesso a água para os municípios das proximidades.

A transferência das águas do Castanhão para a Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) havia sido autorizada em janeiro deste ano, ocorrendo pela primeira vez desde 2019. A decisão veio a partir da perspectiva de chuvas abaixo da média histórica, o que acabou sendo revertido – em fevereiro, por exemplo, a capital cearense registrou a maior média de chuvas para o mês em questão desde o início da série histórica da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), 50 anos atrás.

Conforme os dados referentes a recursos hídricos do estado, a Bacia Metropolitana está hoje em dia com 78% do volume acumulado, o que indica cenário positivo na região para os próximos meses. Há ainda a expectativa de que os reservatórios encham mais, com a continuidade da quadra chuvosa, que acaba apenas no fim de maio.

Fortaleza para de receber águas do Castanhão

Dos quatro reservatórios que alimentam a região, o Açude Pacajus já atingiu 100% da capacidade, este mês, enquanto o Açude Gavião (no município de Pacatuba) está com aproximadamente 97% da capacidade. O Açude Pacoti, de Horizonte, e o Açude Riachão, de Itaitinga, estão ambos com cerca de 75%.

O Açude Castanhão ultrapassou recentemente o volume de 30% do armazenamento, o que também já havia acontecido em 2023. Antes do ano passado, a última vez que o reservatório passou dessa marca foi em 2014, há 10 anos.

Para o restante do estado, ainda há, no entanto, alertas relacionados aos demais reservatórios hídricos. A bacia hidrográfica dos Sertões de Crateús está com menos de 23% da capacidade hídrica acumulada. Outros 26 reservatórios do Ceará apresentam volumes abaixo de 30% de sua capacidade.

>>>Siga o GCMAIS no Google Notícias<<<

>>Acompanhe o GCMAIS no YouTube<<<

Leia também | Águas da Transposição do São Francisco chegam ao açude Castanhão três dias antes do prazo

Fonte: gcmais.com.br